quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Quarto Mês: Quarta semana parte II

Mais um capítulo no ar!!
Vocês estão gostando dessa tag? Gostaria de saber de vocês o que estão achando, pensando sobre tudo... Vamos trocar idéias e opiniões!!

Quem quiser se atualizar nos capítulos anteriores é só clicar AQUI!!!


Já contei AQUI o que é polineuropatia, que é a doença que vai me acompanhar pela vida.
O Dr. Luis Fabiano foi me visitar no dia seguinte ao resultado do exame de eletroneuromiografia muito confiante. Disse que o trabalho seria duro, doloroso, cansativo, mas que com tudo isso poderíamos ter ótimos resultados. Mas, continuando com a informação de que eu não teria previsão de alta do hospital.
Depois dessa notícia eu fiquei com sentimentos confusos (mais ainda!), não sabia se ficava triste ou feliz, mas a única coisa que eu tinha certeza é que enquanto ouvesse uma pequena possibilidade de voltar a andar eu lutaria por ela. Começamos então um tratamento fortíssimo com medicamentos, alimentação, suplementos e muita, muuuuuuita fisioterapia.
Todas as madrugadas e finais de tarde a equipe do Delboni, que faz as análises de sangue iam até meu quarto para procurar aquela minha veia básica que nunca aparecia. Mesmo com o acesso na veia, eles não poderiam pegar o sangue por lá, porque poderia sair um "falso resultado" já que era por onde a medicação caminhava. Ai que tortura!
E por não andar, eu tinha que tomar uma injeção anticoagulante na barriga TODOS OS DIAS. Aff gente do céééuuuuu!!!! Confesso que alguns dias eu mal sentia a injeção, mas em compensação, em outros dias ela ardia tanto que demorava uns 15 minutos para passar aquela sensação incômoda.

Os meus dias eram assim: No meio da madrugada o pessoal do Delboni super fofo coletavam o sangue, um pouco depois vinha uma das enfermeiras da manhã mais fofas ainda (Lucimar, Lis, Greice), depois o café da manhã bem delícia! Não pensem que comida de hospital é ruim não viu, a do São Camilo é uma delícia!!! Super saborosa e com temperinho de casa mesmo!
Entre o café da manhã e o banho, geralmente vinham meus médicos queridos! Dra. Telma (Nutróloga), Dr. Jean (Infecto) e Dr. Luis Fabiano (Neuro). Era sempre ótimo conversar com eles! A cada dia era uma nova notícia!
Depois do banho delícia de chuveiro, sim, eu digo delícia porque tomar banho no leito é a PIOR coisa do mundo. Vinha a minha fisio maluquets que eu amava tanto, a Oda! Essa não dava moleza! Morria de rir todas as manhãs com ela!!!
E para finalizar com chave de ouro minha manhã, vinha a Elza a limpadora oficial do meu quarto!!! Quando cheguei no hospital eu estava perdendo muito cabelo, mas muito MESMO! E todas as manhãs ela dizia que ia vender uma peruca por dia de tanto cabelo que tinha no chão! Insolente ela né?! Mas era divertidíssimo, todas essas pessoas, e muito mais dos outros períodos que ainda contarei por aqui fizeram meus dias serem menos dolorosos no hospital. Agradeço imensamente a cada um! Tanto é que já já faz 1 ano que tive alta do hospital e todas as vezes que tenho consulta eu faço questão de passar para dar um beijo e um abraço neles.
Todos me viram em situações constrangedoras para uma mulher, que é usar fraldas, não estar com a "faxina" (se é que me entendem) em ordem, chorar, falar alto, rir, entrar em desespero, enfim, fizeram tudo isso com a maior paciência do mundo e sempre me dando palavras de otimismo!

Ao meio dia vinha o almoço, era super bem servido, comia mamy e eu e ainda sobrava! Algumas horinhas depois vinha outra fisio (A Fernandinha japa, linda, inteligentíssima e super alto astral!!), lanche da tarde e tudo isso acompanhadíssima pela Bianca, Deise e Mauri.

A noite o turno era trocado sempre, revesando entre duas equipes, a Fátima, Andreia, Mateus, Angela, Marcos. Porque a noite o bicho pega né?! Minhas crises de dores eram sempre noturnas e eles sempre seguravam a bronca.

Então, esse post é para agradecer a cada um de vocês que me aturaram nos quase dois meses de internação!




12 comentários:

  1. Tati..
    Estou adorando o seu blog.. principalmente das postagens do pós cirúrgico. Minha mãe fez a cirurgia mais ou menos na mesma época e leio aqui todas as novas postagens o que poderíamos ter passado e que graças a Deus não aconteceu.
    Torci e rezei muito por você e vejo q como sempre isso surte muito efeito!!

    Sdds sempre.

    Bjus.

    Mary (da igreja!)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mary!! Que bom que está gostando! Fico muito feliz!!! Graças a Deus que com sua mamy foi tudo bem e que ela não passou por esse sufoco! Ela é tão fofa que não merecia passar por esse desconforto!
      Eu agradeço imensamente as orações que fez e tenha mais certeza ainda, Deus ouviu as nossas preces! Ele foi muito generoso comigo e só tenho a agradecer por isso!

      Super saudades!
      Beijos,
      Tati

      Excluir
  2. Oi Tati, muito emocionante este post. Imagino o quanto deve ter sido difícil pra você ter passado por tudo isto. Ficar no hospital longe da família e da sua casa é ruim mas também estar no hospital traz segurança pelo recursos disponíveis.
    Estou acompanhando seu blog desde o comecinho e fico esperando ansiosa para o próximo capítulo. Fiz a cirurgia há 3 meses e quase, quase fiz com o pessoal do Sallet.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Daniela!
      É, realmente foi MUITO difícil esse longo período de diagnóstico e recuperação. O hospital sempre é o lugar mais seguro nesse momento, tanto que quando voltei para casa, demorei quase 2 semanas para me adaptar.
      Muito obrigada por acompanhar o blog! Fico MUITOOOO feliz!!! E claro, por comentar fico mais feliz ainda! Assim sei em qual direção levar esse cantinho!
      Parabéns pela cirurgia!!! Como você está se sentindo?! Tenho certeza que fez a melhor escolha! Estou aqui para o que precisar!!!!

      Um super beijo!
      Tati

      Excluir
  3. Eu adoro seu blog, e vc sabe. A sua história me deixa surpreendida, porque vc já passou por coisas péssimas, e agora, aqui no blog, é tão alto astral. Muito parabéns!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thais!!! Adoro que sempre está aqui no blog!!! Sempre estou no seu também! Que delícia de férias você teve né?! :)
      Esse período foi terrível mesmo, mas como já passou, acho que tenho que escrever de uma forma que não seja tããããooo dramática... Estou tentando! rs
      Super beijo!!!

      Excluir
  4. tatiana me add: patricya23@live.com quero tirar umas duvidas com você, tenho 23 anos e tenho medo de fazer a cirugia.bjs vc ficou linda!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Patricya! Já te adicionei! Quando quiser conversar, é só me chamar!
      Super beijo!

      Excluir
  5. patricya23@live.com7 de fevereiro de 2012 16:58

    TATIANA ME ADD: patricya23@live.com tenho 23 anos e tenho muito medo de fazer a cirugia
    queria tirar umas duvidas com vc. bjs parabéns pela sua força de vontade e determinação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Patricya, não fique com medo viu! Tenha força de vontade e determinação como eu! Se o seu médico disse que você está apta a operar, vá confiante! Eu fui, mas infelizmente não tive um acompanhamento adequado e por isso tive problemas, mas você conhecendo a estória de outras pessoas, vai saber sinalizar o que é "normal" ou não!
      Beijos,
      Tati

      Excluir
  6. tati me add: patricya23@live.com tenho 23 anos e tenho medo de fazer a cirugia
    queria muito tirar umas duvidas com vc. bjs parabéns pela sua força e determinação

    ResponderExcluir
  7. Tati parabénssss é uma vitoriosaaa, só não entendi o motivo da semi paralisia nas pernas.beijos.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...