quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Polineuropatia

No último capítulo pós-cirúrgico que contei AQUI, contei a vocês que meu super neurologista, o Dr. Luis Fabiano Marin passou meu diagnóstico. Adquiri com a desnutrição uma doença chamada polineuropatia carencial grave.
E por isso, vim aqui contar para vocês com detalhes o que é essa doença e suas variações.





Polineuropatia é um distúrbio neurológico que ocorre quando simultaneamente muitos nervos periféricos por todo o corpo começam a não funcionar corretamente. Pode ser aguda e aparecer sem nenhum aviso, ou pode ser crônica e se desenvolver gradualmente ao longo do tempo. Muitas polineuropatias possuem envolvimento motor e sensorial, e outras possuem disfunção autonômica. Estes distúrbios são geralmente simétricos e freqüentemente envolvem as extremidades distais.
Outras causas adquiridas são carenciais por deficiência de vitaminas B1, B6, B12 e E (Que foi o meu caso).


Sintomas comuns de polineuropatia:

  • Adormecimento ou insensibilidade à temperatura
  • Formigamento, queimação, ou "agulhadas"
  • Dores agudas ou caimbras
  • Sensibilidade extrema para tocar, até mesmo toques leves,
  • Perda de equilíbrio e coordenação.
Estes sintomas são freqüentemente piores à noite. 
Os danos nos nervos resultam da perda de reflexos e fraqueza nos músculos. O pé fica mais largo e mais curto, o andar muda. Por causa da perda de sensação, feridas podem passar despercebidas. 

A paraplegia é mais raramente causada por dano aos nervos suprindo as pernas. Essa forma de dano geralmente não é simétrica e não causaria paraplegia, porém polineuropatia (distúrbio neurológico que onde muitos nervos periféricos simultaneamente param de funcionar pelo corpo) pode fazer a pessoa ficara paraplégica se as fibras motoras forem afetadas.

No meu caso tenho a polineuropatia carencial, por conta da desnutrição, como sabem eu não conseguia ingerir nenhum alimento salgado nos três primeiros meses e comia apenas uma fruta por dia.
Segundo meu neuro, a falta de vitamina B-12 danifica todo o sistema neurológico e ainda corro o risco da paraplegia. O cuidado será por toda vida.


Um comentário:

  1. Eu entendo de neuropatias por que na familia do meu namorado tem uma rs..... mas é muito impressionante mesmo a forma como você tem lidado com isso... imagino a barra que deve ter sido.... fico mais impressionada e contente por sua recuperação e por sua força! Parabéns !!!!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...